Empréstimo

Empréstimo para pagar dívidas: Confira se vale a pena

Está querendo fazer empréstimo para pagar dívidas? Portanto, vale ficar atendo com alguns pontos a se considerar.

Quando enfrentamos momentos de dificuldades financeiras e acumulamos dívidas, muitas pessoas cogitam a possibilidade de buscar empréstimos como forma de pagamento.

Mas será que essa é uma opção viável? Neste texto, abordaremos a questão do empréstimo para quitar dívidas, analisando as vantagens, desvantagens e os aspectos que devem ser considerados antes de tomar essa decisão.

Continue lendo para saber se utilizar um empréstimo como solução para quitar suas dívidas realmente compensa.

Contratar empréstimo para pagar dívidas faz sentido?

Embora possa soar estranho, muitas pessoas optam por solicitar empréstimos como uma solução para quitar suas dívidas e recuperar sua reputação financeira.

Dessa forma, escolher e contratar um empréstimo pode se revelar uma alternativa interessante para aqueles que desejam diluir os encargos financeiros decorrentes de juros elevados que estão sobrecarregando suas finanças pessoais.

Portanto, sim, é possível encontrar sentido em contratar um empréstimo para pagar dívidas. No entanto, é crucial analisar cuidadosamente os momentos e contextos específicos para que possa realizar alguma decisão.

Quando contratar empréstimo para quitar dívidas?

De maneira geral, o momento em que se torna mais vantajoso contratar um empréstimo para quitar dívidas é especialmente quando se trata de pendências com taxas elevadas ou juros abusivos.

Veja um exemplo a seguir: Suponhamos que o empréstimo tenha um taxa de juros de 1% ao mês, e use essa linha de crédito para quitar as dívidas de um cartão que de forma anual cobra 300%.

Nesse exemplo, analisando de forma ampla, é muito mais sensato contrair uma dívida por meio de um empréstimo a fim de quitar uma dívida que incorre em juros exorbitantes.

No entanto, antes de tomar qualquer decisão precipitada antes de contratar um empréstimo, é importante levar em consideração algumas variações e questões relevantes.

Pense bem antes de fazer um empréstimo

Antes de chegar a uma conclusão definitiva sobre a decisão a ser tomada e a categoria de empréstimo a ser contratada, é fundamental estar atento a alguns elementos cruciais.

Situação financeira

Primeiramente, é essencial analisar cuidadosamente sua condição financeira atual. A organização das finanças é o ponto de partida para qualquer tomada de decisão.

Realize um levantamento completo de todas as suas dívidas, identificando o montante total, as taxas de juros e os prazos de pagamento correspondentes.

Uma opção é utilizar uma planilha para registrar suas dívidas e ter um controle claro sobre quais devem receber prioridade.

Compare taxas de juros

Ao levar em consideração os passos anteriores, a primeira consideração ao optar por contratar um empréstimo para quitar dívidas é avaliar a taxa de juros.

Nesse sentido, é fundamental comparar as taxas de juros oferecidas por diversas instituições financeiras. Pesquise em bancos convencionais, fintechs e cooperativas de crédito que apresentem taxas competitivas.

Tenha em mente que a taxa de juros é um fator determinante para o custo total do empréstimo (CET). Optar por uma opção com juros mais baixos pode resultar em economia considerável a longo prazo.

Renegociação de dívidas

Além disso, é fundamental avaliar sua capacidade de pagamento mensal e explorar a oportunidade de negociar suas dívidas diretamente com os credores.

Em muitos casos, a negociação direta com a instituição financeira ou banco pode ser vantajosa, podendo resultar em descontos significativos.

Na verdade, em alguns casos, nem é necessário recorrer a um empréstimo para quitar as dívidas, pois apenas negociar diretamente com o credor já pode reduzir substancialmente o valor devido.

Existem algumas plataformas que podem auxiliar nesse processo e até mesmo ajudar a identificar pendências registradas em seu nome, como é o caso da Recovery.

Avalie as vantagens

Apesar dos potenciais riscos envolvidos, o empréstimo para quitar dívidas oferece vantagens que merecem ser consideradas.

A consolidação de várias dívidas em um único empréstimo pode simplificar a gestão financeira, evitando o esquecimento de pagamentos e eliminando a necessidade de lidar com múltiplos credores.

Além disso, caso seja possível obter um empréstimo com uma taxa de juros inferior àquelas aplicadas em suas dívidas existentes, será possível economizar dinheiro a longo prazo.

Planeje o pagamento

Adicionalmente, é essencial desenvolver um plano de pagamento minucioso. Calcule o valor das parcelas mensais e verifique se estas são viáveis dentro do seu atual orçamento.

Assegure-se de que terá capacidade para cumprir com o pagamento do empréstimo e arcar com outras despesas mensais sem comprometer seu sustento básico.

Manter disciplina financeira é crucial para evitar cair em um ciclo de endividamento ainda mais profundo, pois não faz sentido sair de uma dívida apenas para atrasar o pagamento de outra.

Risco

É de extrema importância estar plenamente ciente dos riscos envolvidos ao optar por contrair um empréstimo para quitar dívidas.

A falta de disciplina financeira e planejamento adequado pode resultar em uma piora significativa da sua situação financeira.

Ademais, é fundamental estar atento às taxas de juros, possíveis tarifas e condições contratuais antes de assinar qualquer acordo.

Analise criteriosamente se a solução do empréstimo é realmente a mais adequada para o seu caso e considere outras alternativas, como a renegociação das dívidas ou a busca de auxílio em órgãos de defesa do consumidor.

Melhores tipos de empréstimos para quitar dívidas

Com esse objetivo em mente, é possível identificar empréstimos que oferecem mais vantagens do que outros ao contratar e liquidar suas dívidas.

Empréstimo consignado

O empréstimo consignado é direcionado a uma variedade de públicos, sendo os principais, aposentados, servidores públicos, pensionistas do INSS. Contudo, algumas empresas apresentam convênio em alguma instituição financeira fazendo com que os assalariados também possa usufruir dessa linha de crédito.

Nesse tipo de empréstimo, as parcelas são descontadas automaticamente da folha de pagamento ou do valor recebido pelo beneficiário.

Empréstimo FGTS

No empréstimo com antecipação do FGTS, você tem a possibilidade de adiantar parte do valor do seu saque-aniversário e utilizar o montante conforme desejar.

Nesse formato de antecipação do FGTS, você tem acesso ao valor das parcelas do saque-aniversário, sendo o valor descontado de forma direta do seu fundo no dia do seu aniversário.

Devido a esse desconto automático na conta, as condições se tornam mais favoráveis, com juros mais baixos. Contudo, vale lembrar que essa operação acaba comprometendo o saldo que tem no FGTS.

Empréstimo com garantia

No empréstimo com garantia, você oferece um bem, como um carro ou imóvel, como forma de garantir o pagamento.

Essa modalidade ajuda a evitar a inadimplência, resultando em taxas de juros substancialmente mais baixas, limites mais elevados e parcelas mais versáteis.

Onde fazer empréstimo para pagamento de dívidas?

Existem várias instituições financeiras que oferecem os tipos de empréstimos mencionados anteriormente, os quais podem ser vantajosos para você.

Confira algumas recomendações de parceiros que temos para você!

  • Banco BV
  • Creditas
  • Itaú
  • Simplic

Portanto lembre-se que fazendo uma busca mais detalhada você pode encontrar outras instituições que disponibiliza essa linha de crédito.

Empréstimo para pagar dívidas vale a pena?

Pegar empréstimo para pagar dívidas compensa? Pode ser uma alternativa viável! No entanto, a decisão de utilizar um empréstimo para quitar dívidas é uma escolha complexa e requer uma análise criteriosa.

É essencial ter uma compreensão clara de sua situação financeira, comparar as taxas de juros disponíveis, planejar cuidadosamente o processo de pagamento e estar plenamente consciente dos riscos envolvidos.

Não se esqueça de explorar outras opções e buscar orientação financeira, caso necessário. Lembre-se de que cada situação é única, e o que pode funcionar para uma pessoa pode não ser adequado para outra.

VEJA MAIS RELACIONADO:

Flávio Coelho

Meu nome é Flávio Coelho e ensino através do site Finanças Guiada tudo relacionado a negócios, cartão de crédito e finanças.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *