Finanças

Análise de crédito: o que é e como ela é feita? saiba tudo!

Muitos brasileiros têm dúvidas sobre o significado de análise de crédito, um termo que surge com frequência ao lidar com pedidos de crédito ou financiamento.

Embora seja crucial para a maioria das instituições financeiras, muitas pessoas não compreendem completamente como funciona essa análise.

Além disso, há informações sobre o processo que poucas pessoas conhecem, indo além do entendimento básico do que é análise de crédito e como é conduzida, incluindo o que as empresas realmente consideram.

De modo simples, a análise de crédito existe para dar às instituições financeiras uma garantia de segurança, protegendo elas contra possíveis situações de inadimplência.

Portanto, para esclarecer o que é análise de crédito e como ela funciona, apresentaremos este conteúdo de educação financeira.

O que é análise de crédito?

A análise de crédito é um procedimento adotado pelas inúmeras instituições para determinar se um indivíduo é considerado confiável para pagar suas dividas ou não.

Porém, como os bancos e financeiras realizam esse processo? Eles obtêm informações do cliente, sendo o CPF a principal delas, e realizam consultas em várias bases de dados.

Nesse sentido, as instituições verificam sites especializados em proteção ao crédito, como Serasa, SPC e SCPC (Boa Vista).

Apenas após a conclusão dessa análise de crédito é que o banco decide se o cliente está apto ou não a obter um financiamento, empréstimo ou mesmo um cartão de crédito.

Mas, por que as empresas se submetem a esse processo? Como mencionado anteriormente, é uma maneira de garantir mais segurança tanto para o cliente como para a empresa na negociação.

Isso permite que as pessoas acessem crédito sem comprometer excessivamente seu orçamento, enquanto os bancos reduzem as chances de enfrentar inadimplência. Essa prática visa estabelecer uma relação financeira saudável entre instituições e clientes.

Em que situações é feita a análise de crédito?

A análise de crédito ocorre geralmente quando se faz a solicitação de produtos financeiros, tais como:

  • Financiamentos;
  • Cheque especial;
  • Empréstimos;
  • Cartões de crédito;
  • Crediários.

É importante destacar que, uma vez realizada a análise de crédito pela instituição financeira, e esta conclui que o solicitante é um bom pagador, o crédito é liberado e as condições de pagamento são estabelecidas.

Essa avaliação prévia visa assegurar que o cliente tenha a capacidade financeira necessária para cumprir com as obrigações relacionadas ao produto solicitado, proporcionando assim uma transação financeira mais segura e equilibrada para ambas as partes.

Como é feita a análise de crédito?

Se você imagina que a análise de crédito é um processo ágil, está equivocado. É comum que as instituições financeiras solicitem um prazo para conduzir toda a análise e determinar a aprovação ou não da sua solicitação.

Esse procedimento, embora tenha pontos em comum entre os bancos, pode variar em alguns aspectos. No entanto, as empresas geralmente seguem um processo semelhante:

1. Dados Pessoais

No início, são minuciosamente analisadas as informações básicas fornecidas à empresa, como nome completo, CPF, estado civil, nível de escolaridade e número de telefone.

Além disso, a empresa pode requerer dados adicionais, como renda mensal, endereço e profissão. Esses dados possibilitam à empresa realizar uma análise detalhada do solicitante.

2. Restrição no Nome

Uma avaliação comum realizada pelas empresas visa descobrir se o cliente tem alguma restrição no nome. Isso permite verificar se existem pendências ou dívidas associadas ao solicitante.

Caso a instituição financeira identifique alguma restrição, é importante saber que isso pode impactar na aprovação da solicitação.

Portanto, é recomendável garantir que não esteja com nome sujo antes de solicitar produtos financeiros.

3. Renda Mensal

A avaliação da renda mensal do cliente é outro fator crucial. O banco verifica se o cliente tem capacidade de arcar com as obrigações financeiras solicitadas.

Isso representa uma abordagem segura para assegurar que a parcela do crédito ou o limite do cartão de crédito estejam dentro das possibilidades do cliente.

Portanto, quem não está familiarizado com o assunto deve saber que é aconselhável que esses produtos financeiros não ultrapassem 30% do que a pessoa ganha.

Entender esses passos do processo de análise de crédito proporciona uma visão mais clara sobre como as instituições financeiras avaliam os solicitantes, garantindo uma abordagem equilibrada e segura para ambas os lados envolvidos.

Conclusão

Em suma, a análise de crédito é um processo pelo qual as instituições financeiras avaliam a capacidade de um indivíduo ou empresa em cumprir com suas obrigações financeiras antes de conceder empréstimos, financiamentos ou cartões de crédito.

É uma medida essencial para garantir a segurança nas transações financeiras, protegendo tanto o credor quanto o tomador de crédito.

VEJA MAIS RELACIONADO:

Flávio Coelho

Meu nome é Flávio Coelho e ensino através do site Finanças Guiada tudo relacionado a negócios, cartão de crédito e finanças.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *