Empréstimo

Refinanciamento de imóvel: O que é e vale a pena fazer?

No setor de financiamento imobiliário, é comum encontrar termos e opções que muitas pessoas desconhecem. Entretanto, você já ouviu falar de um tipo de empréstimo em que o imóvel é utilizado como garantia? Essa modalidade ainda conta com as taxas mais baixas do mercado.

O que é refinanciamento de imóvel?

O refinanciamento imobiliário é uma modalidade de empréstimo em que o proprietário oferece seu imóvel, seja ele comercial, residencial ou um terreno, como garantia do pagamento da dívida junto ao banco. Durante o período de quitação do refinanciamento, o imóvel ou a propriedade ficará temporariamente em nome do banco.

Para poder utilizar o imóvel como garantia, ele passa por uma avaliação e deve cumprir alguns requisitos. Embora o processo de documentação seja mais burocrático do que no caso do crédito pessoal, as taxas de juros oferecidas no refinanciamento são mais vantajosas, em comparação com outras opções de empréstimo.

Como funciona o refinanciamento de imóvel?

Refinanciamento de imóvel é uma modalidade de empréstimo em que o solicitante oferece um imóvel como garantia, também chamado de home equity. Essa opção é indicada para quem precisa de dinheiro e tem um imóvel quitado ou com uma boa parte do valor já pago.

Após a contratação do empréstimo, o imóvel fica alienado ao banco, mas o proprietário ainda tem o direito de permanecer nele. Porém, vale ficar atento às parcelas do empréstimo, pois em caso de inadimplência, o imóvel pode ir leilão pela instituição financeira para quitar a dívida.

O que é necessário para fazer um refinanciamento de imóvel?

Para realizar o refinanciamento de imóvel, é necessário buscar por uma instituição financeira que disponibilize essa opção de empréstimo. Ademais, é imprescindível que o imóvel esteja em seu nome e totalmente quitado para que o crédito seja concedido.

Documentos que precisa para refinanciar imóvel

Ao solicitar o refinanciamento de imóvel, algumas empresas costumam exigir a apresentação dos seguintes documentos:

  • CPF;
  • RG;
  • Comprovante de residência;
  • Comprovante de renda;
  • Matrícula do imóvel.

Qual a Diferença do Financiamento Imobiliário para o Refinanciamento de Imóvel?

Dessa forma, o refinanciamento imobiliário online se distingue do financiamento pelo fato de que o cliente tem liberdade para utilizar o valor liberado conforme sua vontade. Já no financiamento, a finalidade é exclusivamente para aquisição de uma propriedade. O refinanciamento imobiliário pode ser uma excelente oportunidade para concretizar seus sonhos e investir o dinheiro conforme sua escolha.

Qual a vantagem do refinanciamento?

A principal vantagem do refinanciamento é conseguir taxas de juros mais baixas do que o empréstimo pessoal. Isso acontece porque, ao oferecer o imóvel como garantia, os bancos conseguem reduzir o risco de inadimplência, já que linhas de crédito sem garantia costumam apresentar altos níveis de inadimplência.

De forma geral, as pessoas têm mais facilidade em deixar de pagar empréstimos que não possuem garantias estabelecidas em contrato. Porém, com o refinanciamento de imóvel, a garantia dada pelo bem faz com que os os pagamentos não se atrasem, pois o medo de perder o imóvel é um fator de motivação para cumprir as parcelas do empréstimo.

Isso torna a concessão do crédito mais segura para o banco e, consequentemente, permite que a pratica da taxas de juros menores.

É qualquer imóvel que pode ser refinanciado?

Não necessariamente todos os imóveis são aceitos como garantia no refinanciamento imobiliário. Antes de conceder o empréstimo, o agente financeiro avalia o imóvel e pode ou não aceitá-lo como garantia. Geralmente, são mais aceitos imóveis residenciais em áreas urbanas de grandes cidades.

O imóvel deve estar quitado para a realização do refinanciamento?

De acordo com o fundador da BuscaCredi, a decisão de aceitar ou não um imóvel como garantia de empréstimo depende da política de cada agente financeiro.

Algumas empresas de crédito oferecem o refinanciamento de imóveis ainda em processo de financiamento, desde que ao menos 50% do valor total do imóvel já tenha sido quitado.

A avaliação do imóvel se realiza por um especialista contratado pelo banco para definir o valor de mercado do bem. É possível refinanciar o imóvel várias vezes, porém não simultaneamente, ou seja, é necessário quitar o primeiro empréstimo com garantia de imóvel antes de solicitar o segundo, e assim sucessivamente.

No processo de refinanciamento, se realiza novamente uma análise de crédito, que leva em consideração a renda e a situação cadastral dos proprietários, de forma similar à obtenção de um financiamento imobiliário.

Principais cuidados a se tomar no refinanciamento de imóvel

Ao considerar o refinanciamento imobiliário, é fundamental usar o dinheiro com responsabilidade e planejamento, pois o imóvel pode ser leiloado em caso de falta de pagamento. No entanto, essa opção pode ser uma ótima escolha para projetos pessoais e profissionais, com taxas de juros mais baixas do que outras linhas de crédito como o cheque especial e cartão de crédito.

Além disso, é possível usar o dinheiro para investir na empresa ou expandir os negócios, uma vez que os juros costumam ser menores do que em empréstimos pessoais. É importante pesquisar e comparar as taxas oferecidas por diversas instituições financeiras antes de escolher a melhor opção para o seu caso.

Instituições que disponibiliza o refinanciamento imobiliário

No momento, há várias empresas que oferecem refinanciamento de imóveis, inclusive por meio online, tornando o processo de obtenção do empréstimo rápido e fácil. Selecionamos uma lista de 5 empresas confiáveis para que você possa simular o seu refinanciamento. Confira!

Creditas

A Creditas é uma empresa de renome e confiança, sendo uma das principais plataformas online de empréstimos com garantia no Brasil. Seu principal produto é o empréstimo com garantia de imóvel.

Rodobens

Com a Rodobens, é possível realizar o refinanciamento do seu imóvel, além de contar com uma ampla gama de serviços e produtos que visam proporcionar mais tranquilidade em relação à sua vida financeira.

Wimo

A Wimo é especializada em empréstimos com garantia de imóveis, conhecidos como home equity ou hipoteca, e oferece prazos de pagamento mais extensos e taxas de juros mais reduzidas.

Santander UseCasa

O Santander UseCasa é um tipo de empréstimo que utiliza o imóvel quitado como garantia, permitindo ao cliente obter dinheiro para suas necessidades. O banco pode oferecer até 60% do valor total do imóvel, e é possível utilizar imóveis de terceiros para complementar a renda.

Credihome

A Credihome é uma fintech que oferece serviços de assessoria para crédito imobiliário sem custos, o que permite aos clientes encontrar empréstimos ou refinanciamentos de imóveis com mais facilidade.

Pontte

A Pontte é uma fintech de crédito que foi fundada em 2018. Entre seus variados produtos, destaca-se o empréstimo com garantia de imóvel. Com ele, você pode obter um empréstimo correspondente a 50% do valor do imóvel e tem até 240 meses para quitar. As taxas de juros também são muito atraentes.

CashMe

A CashMe é uma empresa especializada em oferecer empréstimos com garantia de imóvel para empreendedores. A empresa afirma que seu processo de análise é menos burocrático do que outras instituições financeiras, o que torna todo o processo mais simples.

BV

Qualquer pessoa física, com mais de 21 anos e possuidora de um imóvel quitado, pode solicitar o empréstimo com garantia de imóvel do banco BV. O imóvel pode ser residencial, comercial ou ambos.

Bom Pra Crédito

A Bom Pra Crédito é uma plataforma que funciona como correspondente bancário de mais de 30 instituições financeiras, permitindo a contratação de crédito de forma digital. Ela oferece empréstimo e crediário digital com taxas mínimas de 0,75% ao mês.

Serasa eCred

O Serasa eCred, da Serasa Experian, é um marketplace de crédito que oferece empréstimos em parceria com diversas instituições financeiras. Por meio da plataforma, se encontra ofertas de empréstimos personalizadas de acordo com o seu perfil e comparar as condições de cada uma delas.

Vale a pena fazer refinanciamento de imóvel?

Sim, o refinanciamento imobiliário é uma opção vantajosa para quem possui um imóvel e precisa de um empréstimo, já que essa modalidade apresenta as menores taxas de juros do mercado. No entanto, é fundamental fazer um planejamento financeiro rigoroso antes de solicitar o crédito, pois o imóvel utilizado como garantia pode ser tomado em caso de inadimplência e utilizado para quitar a dívida.

VEJA MAIS RELACIONADO:

Flávio Coelho

Meu nome é Flávio Coelho e ensino através do site Finanças Guiada tudo relacionado a negócios, cartão de crédito e finanças.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *