Financiamento

Financiamento de Terreno: Como Funciona e Diferença para o Imóvel

O financiamento de terreno é uma alternativa para quem deseja adquirir sua própria propriedade e não dispõe do valor à vista. Por meio dessa modalidade, é possível parcelar o valor em prestações que se adequam ao orçamento familiar, permitindo a construção da casa própria.

O financiamento de terreno abrange terrenos, imóveis residenciais e comerciais. No primeiro semestre de 2022, o valor total negociado chegou a R$ 112,8 bilhões, e a perspectiva é que, até o final do ano, o montante destinado à concessão de crédito alcance R$ 244 bilhões.

Gostaria de saber como aproveitar essa oportunidade? Neste conteúdo, explicamos tudo sobre o financiamento de terreno. Confira e saiba mais!

O que é financiamento imobiliário?

O financiamento de terrenos ou imóveis consiste em obter um empréstimo financeiro de uma instituição para adquirir a propriedade desejada.

O pagamento é realizado conforme um contrato previamente estabelecido, que determina as parcelas, o modelo de pagamento e o prazo. Durante esse período, o proprietário pode construir ou residir no local.

Como o financiamento funciona?

Antes de adquirir um financiamento de terreno, é necessário efetuar um pagamento inicial. O valor restante é avaliado pelo banco, o qual pode aprovar ou negar o valor solicitado. Se aprovado, o dinheiro do financiamento é transferido diretamente para o vendedor.

A quitação do financiamento pode ser realizada em até 420 parcelas, o que equivale a 35 anos. Durante esse período, o terreno permanece alienado ao banco, ou seja, continua em nome da instituição financeira, apesar de o comprador poder utilizá-lo da maneira que desejar.

Em caso de falta de pagamento, o banco negocia o valor devido. Se não houver acordo, o terreno ou imóvel pode ser recuperado para a quitação da dívida. No entanto, essa é a última opção.

Caso os pagamentos sejam realizados conforme o acordado, o comprador adquire a propriedade assim que quitar a última parcela. Esse modelo é aplicado em diferentes programas de financiamento de terreno ou imóvel.

Em 2022, as modalidades de financiamento existentes são:

  • Casa Verde e Amarela: um programa que oferece imóveis populares e também pode reduzir as taxas de juros para pessoas que possuem renda de até R$ 8 mil e preenchem outros requisitos;
  • Sistema Financeiro de Habitação (SFH): voltado para imóveis intermediários, utiliza recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) e do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS);
  • Pró-Cotista: também para imóveis intermediários, utiliza recursos do FGTS;
  • Sistema Financeiro Imobiliário (SFI): indicado para imóveis de alto padrão, utiliza recursos do SBPE.

No caso do financiamento de terreno, somente os recursos provenientes do SBPE podem ser utilizados. Isso significa que o valor máximo disponível é de R$ 750 mil para as regiões do Distrito Federal, Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo.

Para outras áreas, o limite é de R$ 650 mil. É importante ressaltar que o processo está sujeito aos documentos exigidos para a aquisição do terreno. Logo, é necessário que você cumpra todos os requisitos solicitados pela instituição financeira para obter o financiamento.

E como funciona o financiamento de terreno?

Essa opção de crédito começa com a simulação do valor através do site da instituição financeira. Com isso, é possível ter uma ideia do valor das parcelas e do montante exigido pelo banco como entrada.

Em seguida, é necessário seguir os trâmites burocráticos. É aconselhável contar com a ajuda de um especialista, pois isso facilitará as etapas e ajudará a lidar com outras questões.

Para solicitar um financiamento de terreno, é necessário levar em consideração vários fatores. Primeiro, é importante avaliar os aspectos fundamentais para sua vida, como localização, vizinhança, infraestrutura, acessibilidade e acesso a comércio e serviços.

Em seguida, é importante analisar a documentação do terreno. É crucial verificar na Prefeitura e no Cartório de Registro de Imóveis. Isso aumenta as chances de que o financiamento de terreno seja aprovado.

Depois disso, é hora de coletar a documentação para solicitar o financiamento de terreno. A partir disso, você pode escolher o banco de sua preferência para realizar a compra.

Nessa fase, é preciso avaliar as opções, verificar as taxas de juros e escolher a melhor alternativa. Lembre-se de que ainda haverá a construção, portanto, é válido considerar um orçamento para essa etapa.

É possível fazer o financiamento de terreno?

É possível financiar a compra de um terreno através das instituições financeiras, embora possam existir algumas particularidades. A Caixa Econômica Federal, o banco mais comum para essas operações no Brasil, oferece duas diferenças notáveis:

  1. Taxas de juros: elas são diferenciadas, mas vários fatores podem interferir, como o relacionamento com a instituição financeira e o valor financiado;
  2. Recursos do FGTS: esses valores podem ser usados para custear a moradia de quem faz o financiamento e também podem ser usados para a construção do imóvel.

Uma vantagem do financiamento de terreno é que a aprovação é mais fácil do que na modalidade imobiliária, porque casas e apartamentos passam por vistorias e podem ser recusados. Isso geralmente não acontece com os terrenos.

Diferenças de financiamento de terro para o de imóvel?

De maneira geral, o financiamento imobiliário abrange tanto a aquisição de imóveis prontos quanto de terrenos. Assim, ao solicitar essa linha de crédito ao banco, passa-se por uma análise e, se a transação for aprovada, o valor é liberado.

Contudo, é importante destacar que o financiamento entre essas modalidades não segue as mesmas condições. Isso porque há diferenças entre lotes, terrenos e imóveis construídos. Nesse sentido, os principais pontos a serem enfatizados são:

  1. as taxas de juros para o financiamento de terrenos tendem a ser um pouco mais elevadas;
  2. o limite de crédito nessa linha de financiamento é de, aproximadamente, 70% do valor do terreno;
  3. Não dá para utilizar o FGTS.

Entretanto, como já mencionado, essas condições dependem do seu relacionamento com a instituição financeira, o que pode levar a condições mais favoráveis e facilitadas.

Bancos que oferecem financiamento de terreno?

A Caixa Econômica Federal é a principal instituição financeira que oferece financiamento imobiliário de terreno, mas os bancos privados também têm essa opção. Aqui estão algumas dessas opções e suas condições:

Itaú

O Itaú oferece dois tipos de financiamento. Um deles é o Crédito Imobiliário, que tem uma taxa fixa. Em 2022, a taxa começa em 9,5% ao ano mais a Taxa Referencial (TR), que é próxima a zero. Essa taxa permanece a mesma durante todo o contrato.

A outra opção é o Crédito Imobiliário com Juros da Poupança. Nesse caso, a taxa de juros varia ao longo do tempo, sendo pós-fixada. Ela muda de acordo com a rentabilidade da poupança.

Santander

O Santander oferece taxas a partir de 9,49% ao ano mais a TR. O financiamento pode ser estendido por até 35 anos, mas não há uma definição específica para terrenos.

O Santander também oferece uma vantagem de taxa de juros bonificada, que é uma redução concedida nos 12 primeiros meses de pagamento das prestações na modalidade Parcelas Atualizáveis. E, dependendo do cumprimento das condições de relacionamento, é possível estender essa redução a cada 6 meses.

Caixa Econômica

A Caixa Econômica, que é o banco que mais concede financiamentos imobiliários, também possui linhas específicas de financiamento para terrenos. O enquadramento mínimo e máximo no SFI são R$ 50 mil e R$ 1,5 milhão, respectivamente.

O prazo de pagamento varia de 120 a 240 meses e a cota máxima do valor do bem que pode ser financiada é de 70% no Sistema de Amortização Constante (SAC) e de 60% no Sistema Francês de Amortização, também conhecido como tabela PRICE.

Bradesco

Por último, o Bradesco disponibiliza financiamentos para terrenos com pagamentos em até 10 anos, com prestações iniciais de R$ 200. O valor máximo do financiamento é de 70% do valor do terreno.

Há um limite de avaliação de R$ 950 mil para lotes urbanos, sendo que o valor mínimo é de R$ 100 mil. Além disso, o comprometimento máximo da renda líquida familiar é de 20%. Ou seja, as parcelas não podem ultrapassar 20% da remuneração da família.

Requisitos para financiamento de terreno

Existem diversas opções de financiamento de terreno disponíveis em diferentes bancos, e abaixo listamos cada um deles juntamente com os requisitos necessários. Confira!

Financiamento pela Caixa Econômica Federal

A Caixa Econômica Federal é um dos bancos mais procurados por quem deseja financiar um terreno. Os requisitos para o financiamento de terreno pela Caixa são:

  • Ser brasileiro ou estrangeiro com visto permanente;
  • Ter no mínimo 18 anos ou ser emancipado;
  • Ter capacidade civil e financeira comprovada;
  • Não possuir restrições nos órgãos de proteção ao crédito;
  • Não ser beneficiário de programas habitacionais do governo federal;
  • Apresentar a documentação exigida pela Caixa.

O valor máximo de financiamento é de 50% do valor do terreno e o prazo para pagamento pode chegar a até 240 meses, com taxa de juros a partir de 9,75% ao ano.

Financiamento pelo Banco do Brasil

O Banco do Brasil também oferece opções de financiamento para terrenos. Os requisitos exigidos pelo banco são:

  • Ter idade mínima de 18 anos;
  • Ser brasileiro ou estrangeiro com visto permanente;
  • Ter renda compatível com o valor do financiamento;
  • Não possuir restrições nos órgãos de proteção ao crédito;
  • Apresentar a documentação exigida pelo Banco do Brasil.

O valor máximo de financiamento é de 50% do valor do terreno e o prazo para pagamento pode chegar a até 240 meses, com taxa de juros a partir de 9,40% ao ano.

Financiamento por outras instituições financeiras

Além da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil, existem outras instituições financeiras que oferecem opções de financiamento para terrenos. Os requisitos podem variar de acordo com a instituição, mas em geral incluem:

  • Ter idade mínima de 18 anos;
  • Comprovar renda compatível com o valor do financiamento;
  • Não possuir restrições nos órgãos de proteção ao crédito;
  • Apresentar a documentação exigida pela instituição.

Cada instituição tem suas próprias taxas de juros e prazos para pagamento, por isso é importante pesquisar e comparar as opções antes de escolher qual financiamento é o mais adequado para você.

Como saber qual é o melhor banco?

Para tomar sua decisão, é importante considerar alguns critérios. Confira abaixo os principais:

Defina o tipo de imóvel que deseja

Considere o bem que será adquirido. Se for um terreno, avalie suas condições e características para decidir qual alternativa de financiamento é a melhor.

Descubra a taxa de juros praticada pela instituição financeira

Verifique quanto o banco cobra todos os meses e anos em juros. Essa alíquota pode ser um bom indicativo da instituição financeira que vale a pena contratar.

Analise o Custo Efetivo Total (CET)

O CET inclui a taxa de juros e os encargos do financiamento imobiliário. É mais importante analisá-lo do que avaliar os juros em si. Ou seja, ele inclui tudo o que precisa verificar e é mais relevante nesse cálculo.

Entenda quais são as condições extras para financiar seu imóvel

Existem algumas cobranças extras na contratação de um financiamento de terreno ou imóvel. Uma das mais comuns é a de avaliação do bem. Ela pode ficar acima de R$ 3 mil. Por isso, é fundamental analisá-la e considerar outros possíveis gastos para realizar um bom planejamento financeiro anual e evitar dívidas.

Verifique a idade do imóvel

Se o imóvel já estiver construído, sua idade é um fator relevante. Quanto mais antiga for a construção, maior a probabilidade de apresentar problemas, o que pode resultar na negação do financiamento ou em condições de compra menos favoráveis.

Verifique suas condições de compra

Analise o que o banco pode oferecer a você. Cada pessoa tem um histórico de relacionamento e um score de crédito específico. Além disso, se você já tiver uma conta na instituição financeira, pode ter condições ainda mais vantajosas.

Entenda suas necessidades

Confira o que o banco oferece e compare com suas necessidades. Verifique o valor simulado das prestações, que pode dar uma boa ideia de quanto você precisará pagar todo mês. Também será possível saber quanto de entrada deve ser oferecido, o que impacta no seu planejamento financeiro e ajuda a avaliar se você terá o dinheiro necessário para construir o imóvel desejado.

Analise o atendimento prestado

Ppor fim, confira o atendimento oferecido pela instituição financeira. Entre em contato e tire suas dúvidas. Outra opção é fazer uma simulação pelo site e aguardar o contato, o que a maioria dos bancos oferece, exceto a Caixa.

Quais as vantagens desse tipo de financiamento?

Agora que você já tem um entendimento melhor sobre o conceito de financiamento de terreno e construção, é provável que esteja considerando essa opção para construir a sua próxima propriedade. Se ainda estiver em dúvida, confira as vantagens abaixo:

Projeto personalizado

Uma das maiores vantagens do financiamento de terreno e construção é a possibilidade de fazer um projeto personalizado. Isso significa que você poderá projetar a planta de acordo com as suas necessidades, como o número de quartos que você precisa para a sua família, a quantidade de banheiros desejados, o tipo de cozinha e assim por diante.

Construir conforme seu orçamento

Outra vantagem é que você pode construir de acordo com sua capacidade financeira, sem estourar o orçamento. Isso é um investimento inteligente, já que você pode pesquisar por promoções e utilizar os recursos da melhor forma possível.

Aproveitar a valorização do bem adquirido

Por fim, é importante destacar que há um grande potencial de valorização ao fazer um financiamento para aquisição de terreno e construção. Ao adquirir um patrimônio imobiliário, você terá mais segurança para você e sua família em curto, médio e longo prazo.

Conclusão

Um financiamento para aquisição de terreno e construção é uma excelente opção para quem deseja construir sua própria casa de forma personalizada e dentro de suas possibilidades financeiras. Com essa modalidade de crédito, é possível criar um projeto sob medida e aproveitar promoções para economizar na construção.

Além disso, o patrimônio imobiliário adquirido por meio do financiamento pode se valorizar ao longo do tempo, trazendo ainda mais benefícios para você e sua família. Por isso, se você está em busca de uma alternativa viável para realizar o sonho da casa própria, considerar um financiamento de terreno pode ser uma excelente escolha.

VEJA MAIS RELACIONADO:

Flávio Coelho

Meu nome é Flávio Coelho e ensino através do site Finanças Guiada tudo relacionado a negócios, cartão de crédito e finanças.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *