Fatura

BRL: o que significa essa sigla na fatura do cartão? Saiba agora!

Se você já deu uma olhada na fatura do seu cartão de crédito, provavelmente dá debe ter notado a sigla “BRL”.

Mas você sabe o que essa sigla significa? Embora apareça com frequência nas faturas, muitas pessoas não têm ideia do que ela representa e por que é importante para sua educação financeira.

Além disso, é comum que as pessoas pensem que “BRL” é apenas uma abreviação para a moeda brasileira, o real, mas a realidade não é bem essa.

Para aqueles que fazem compras internacionais, essa sigla já é familiar, mas para quem ainda está em dúvida, vamos explicar com mais detalhes para ampliar o seu conhecimento.

O que é a sigla BRL?

Se você nunca reparou na sigla “BRL” na sua fatura de cartão de crédito ou não sabe o que ela significa, vou te explicar.

Essa sigla simplesmente representa uma estimativa do valor em reais que os estabelecimentos comerciais usam.

Você pode até encontrar essa sigla em lojas online nacionais e internacionais, o que pode confundir as pessoas que têm cartões de crédito internacionais.

Em resumo, o “BRL” é apenas uma aproximação de quanto um produto ou compra poderia custar na moeda do Brasil, ou seja no Real.

É importante notar que, ao contrário do que muitos pensam, “BRL” não é o símbolo do real, que é representado por “R$”.

Portanto, para aqueles que fazem muitas compras em sites internacionais, isso é algo comum, pois nem sempre esses sites convertem automaticamente o valor para a moeda brasileira.

Por que o BRL não é igual em todos os sites?

Você já está ciente do que significa “BRL” e que não é o mesmo que nossa moeda, o real. Mas por que esse valor pode variar de site para site?

A explicação é simples: cada site tem a liberdade de usar uma taxa de conversão particular para calcular o preço dos produtos em reais.

No entanto, é importante lembrar que essa estimativa nem sempre corresponderá à taxa usada pelo seu banco ou pela operadora do seu cartão de crédito.

Há sempre alguma diferença entre o que a loja utiliza e o que a operadora do cartão emprega. Portanto, é fundamental estar atento antes de efetuar a compra.

Além disso, após efetuar a compra com o cartão de crédito, a loja tem até sete dias para processar a transação. Somente após esse período, você saberá o valor exato a ser pago pela compra.

Para esclarecer qualquer dúvida, os bancos e operadoras de cartão de crédito no país devem utilizar a taxa de câmbio do dólar no dia da sua compra para converter os gastos feitos no exterior.

Quais as taxas de comprar no exterior que o cartão sobra?

Quem acredita que, ao fazer compras no exterior, seja em um site ou em uma loja física, só vai pagar pela conversão da moeda estrangeira para o real está enganado.

Além da sigla “BRL” em sua fatura de cartão de crédito, podem surgir outros elementos a serem considerados. Aqui estão eles:

  • Imposto sobre Operações Financeiras – IOF: Este é um imposto obrigatório, determinado pelo Governo Federal, que incide sobre compras com cartão. A taxa deste imposto é de 6,38%;
  • Taxas de operação: Estas são cobranças feitas pelos bancos ou operadoras de cartão para compensar os custos adicionais relacionados às transações internacionais.

Tenha cuidado na hora de fazer as compras

Para fugir de surpresas desagradáveis quando receber a fatura do seu cartão de crédito, é crucial tomar precauções ao fazer compras internacionais.

O que se deve fazer é simples: optar por fazer as compras na moeda original do produto. Mas, como assim?

Vamos explicar com calma. Se o produto que você deseja comprar é cotado em dólares, é melhor visualizar o preço em dólares, não em reais.

Muitas pessoas cometem um erro comum ao não seguir esse princípio e acabam se deparando com um valor na fatura muito mais alto do que esperavam.

Isso acontece porque diversos sites fazem a conversão automaticamente. Caso isso ocorra, é aconselhável solicitar a conversão na moeda original.

Isso faz diferença para o consumidor? Bem, além de evitar pagar mais do que o planejado, é relevante saber que algumas operadoras de cartões podem recusar transações em reais.

Portanto, estar sempre atento para realizar esse tipo de compra é de suma importância para o seu planejamento financeiro.

VEJA MAIS RELACIONADO:

Flávio Coelho

Meu nome é Flávio Coelho e ensino através do site Finanças Guiada tudo relacionado a negócios, cartão de crédito e finanças.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *