Finanças

Finanças Empresariais: Como Funciona este setor?

O conceito de finanças empresariais é bem amplo e engloba todos os processos envolvidos na gestão do dinheiro da empresa. Esse conceito compreende diversas áreas, como investimentos, finanças corporativas e mercado financeiro.

Apesar de ser um conceito amplo, as finanças empresariais podem ser divididas em dois grandes grupos: o financeiro e o gerencial. O financeiro é responsável pela movimentação de dinheiro, enquanto o gerencial cuida da estratégia da empresa.

Objetivo das finanças empresariais

O objetivo das finanças empresariais é garantir que a empresa tenha dinheiro para investir, financiar operações e pagar dívidas. Para isso, é necessário entender como funcionam os mercados financeiros e como a empresa se comporta diante deles.

Além disso, é importante analisar os indicadores financeiros da empresa, como o fluxo de caixa, o endividamento e a lucratividade. Esses indicadores ajudam a identificar se a empresa está gerando lucro e se está saudável financeiramente.

É fundamental que a empresa tenha uma boa gestão financeira, pois ela é responsável por garantir a sobrevivência da empresa no longo prazo. Por isso, é importante que os gestores conheçam as finanças empresariais e saibam utilizar os recursos da empresa de forma inteligente.

Como você pode ver, as finanças empresariais são essenciais para a gestão da empresa. É importante entender como funcionam os mercados financeiros e analisar os indicadores financeiros da empresa. Além disso, é necessário ter uma boa gestão financeira, para garantir a sobrevivência da empresa no longo prazo.

Qual a importância da gestão das finanças empresariais?

Uma correta gestão financeira permite visualizar a situação atual da empresa e visa melhorar os resultados apresentados pela empresa e aumentar o valor do ativo líquido, gerando um lucro líquido das atividades operacionais.

Portanto, entre os principais objetivos da gestão financeira das empresas estão a análise e planejamento dos resultados e as ações necessárias para alcançar melhorias, o uso adequado dos recursos financeiros, a análise do crédito e fluxo de caixa e também o controle das contas a receber e a pagar, prevendo o pagamento de impostos e despesas operacionais.

A boa administração dos recursos financeiros e administrativos de uma empresa é fundamental para sua saúde, e uma má administração pode ter sérias conseqüências, mesmo o fim da empresa.

Além disso, o desequilíbrio financeiro de uma empresa pode levar o gerente a se endividar, a ter um déficit de liquidez de capital e a ter que contrair empréstimos imediatos que podem ter taxas de juros altas, atrasando contas a pagar, entre outras perdas.

VEJA MAIS RELACIONADO:

Flávio Coelho

Meu nome é Flávio Coelho e ensino através do site Finanças Guiada tudo relacionado a negócios, cartão de crédito e finanças.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *