Serviços

Inter Tag: O que é como funciona esse serviço

Confira nesse artigo o que é e como funciona a Inter Tag. Sendo assim, fique por dentro dessa facilidade que o Banco está disponibilizando.

Quem não aprecia o conforto, a comodidade e a economia de tempo? Especialmente quando se trata de conduzir um veículo. É por isso que esse serviço surge como uma escolha prática para os condutores.

A Inter Tag representa uma alternativa adicional disponível no mercado, oferecendo uma solução conveniente para os motoristas e passageiros que frequentemente perdem tempo no trânsito.

O que é a Inter Tag?

A Inter Tag oferece aos motoristas uma forma conveniente e automática de obter um passe livre no Banco, garantindo facilidade, conforto e economia de tempo ao evitar filas.

Com a tag do Banco Inter, o cliente pode realizar pagamentos de forma automática, eliminando a necessidade de enfrentar filas.

O objetivo principal dessa tag é proporcionar praticidade aos motoristas, permitindo que eles otimizem o tempo gasto em filas e o utilizem para outras atividades dentro de sua rotina diária.

Como funciona a Inter Tag?

A parceria entre o Banco Inter e a Greenpass resultou no desenvolvimento desse serviço, uma solução inovadora para o mercado de pedágios e estacionamentos no Brasil.

Através de uma etiqueta adesiva contendo um dispositivo eletrônico chamado “taggy”, a cancela é automaticamente liberada, evitando assim as longas filas nos pedágios.

Essa tag opera por meio de radiofrequência, emitindo sinais que enviam tanto para a Greenpass quanto para o Banco Inter, possibilitando a cobrança adequada. Em seguida, o sistema identifica o veículo e libera a cancela, enquanto realiza instantaneamente o cálculo da localização e da taxa da via, conforme o plano contratado pelo usuário.

Cada tag é registrada para uma placa específica, o que significa que não é possível utilizá-la em mais de um veículo.

Além dos pedágios, os usuários também podem utilizar esse produto em estacionamentos de shoppings e edifícios comerciais previamente cadastrados, proporcionando ainda mais conveniência.

Quanto custa?

A Inter Tag é conhecida por ser a opção mais econômica entre as tags disponíveis no mercado. Com um valor de aquisição de R$ 25,00 e mensalidades de apenas R$ 5,00, é uma escolha muito vantajosa para os usuários.

Esses valores são válidos a partir de março de 2022. Sendo assim, esse serviço se destaca como uma das tags de pedágio e estacionamento mais procuradas devido ao seu preço acessível.

Onde colar a tag de pedágio?

Para utilizar a tag, é necessário colá-la no para-brisa do veículo, na parte interna, próximo ao retrovisor central, mantendo uma distância aproximada de 14cm em relação ao teto. Recomendamos limpar cuidadosamente a área de aplicação para garantir uma fixação adequada.

Ao remover o adesivo, o chip da tag se destrói de forma é automática, tornando-a inutilizável. Essa medida é uma precaução contra roubos, evitando que terceiros utilizem indevidamente a tag do banco.

Qual a diferença entre Inter Tag e Inter Pass?

Se você é cliente do Banco Inter, pode estar se perguntando sobre a presença da tag de pedágio e estacionamento com outro nome, mas não se preocupe, é exatamente isso que acontece.

Inicialmente, o nome dado ao passe livre para pedágios e estacionamentos era Inter Pass, a partir de 2020.

Posteriormente, em 2021, houve uma mudança de nome para Inter Tag. No entanto, engana-se quem pensa que o Inter Pass foi extinto, pois ele ainda existe e se transformou em um programa de assinaturas oferecido pelo banco digital.

Inter Tag é bom?

Esse serviço é uma opção vantajosa de tag de pedágio e estacionamento oferecida pelo Banco Inter. Com valor de aquisição de R$ 25,00 e mensalidades de apenas R$ 5,00, é uma opção econômica.

Além de evitar filas, essa Taggy possibilita o pagamento automático e os motoristas podem utilizá-la em estacionamentos cadastrados. Com seu funcionamento por radiofrequência, a tag agiliza a cobrança e a liberação da cancela. Em resumo, a Inter Tag oferece praticidade, economia e conveniência aos motoristas.

VEJA MAIS RELACIONADO:

Flávio Coelho

Meu nome é Flávio Coelho e ensino através do site Finanças Guiada tudo relacionado a negócios, cartão de crédito e finanças.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *